Oakland Model 34-C


A mudança mais óbvia em 1920 em Oakland foi uma distância entre eixos de três polegadas. Sendo maiores, as novas Oaklands pesavam mais e exigiam algumas mudanças técnicas. Estes incluíam juntas de direcção revistas e uma nova estrutura com uma maior profundidade de secção.

As características regulares do equipamento incluíam pára-brisa, buzina elétrica, amperímetro, bomba elétrica de pneus, velocímetro e pneus destacáveis. Os carros abertos foram terminados com a carroçaria no chassis Dark Brewster Green e Black. Os estilos de carroçaria fechada eram azuis com um chassis preto.

A produção de Oakland em 1920 é registrada como 35.356 carros.

MOTOR:


OHV seis cilindros. Diâmetro e curso: 2-13/16 x 4-3/4 pol. Deslocamento: 2.900 cc. Potência: 44 cv a 2600 rpm. Refrigerado a água.

TÉCNICO:

Mecanismo de direção em projeto sem-fim; embreagem cônica na unidade com transmissão de engrenagem deslizante seletiva de três engrenagens; sistema de indução da caixa de aquecimento que usa gases de escape para pré-aquecer a mistura de entrada; lubrificação positiva do motor de alimentação forçada através de uma bomba de óleo acionada por engrenagem e virabrequim perfurado; ventilador de refrigeração de três pás bi-plano; sistema de fornecimento de combustível a vácuo Oakland-Stewart. Tanque de combustível: 47 litros.



POTÊNCIA - CONTROLO - PERFORMANCE
- - OHV seis cilindros. - 2900 cc
- Normal - 44 CV
- -
- - 3 velocidades
- -
- 1920 -
- -
- -
-

Leave a Comment

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *